História do Vidro 

Porta de vidro em são luís ma

Os historiadores não dispõem de dados precisos sobre a origem do vidro. Após a descoberta de objetos feitos de vidro nas necrópoles egípcias, pode-se concluir que o vidro já era conhecido pelo menos 4.000 anos da Era Cristã. Tabas parece ter sido o verdadeiro berço da indústria vidreira egípcia. Segundo apontamento de alguns historiadores, um acaso ocorrido na cozedura de louça de barro, que já se fabricava na época, teria dado origem ao vidro.

A descoberta de objetos de vidro em sepulturas antigas contradiz esta versão. Assim, pode-se supor que a indústria vidreira era conhecida antes mesmo que o vidro fosse fabricado em Tebas.

De qualquer modo, está confirmado que foi no tempo de Tibério que esta atividade fabricação de vidro tenha se estabelecido em Roma, alcançando grande desenvolvimento e perfeição, suplantado desde logo a indústria de vidro egípcia.

Alguns historiadores apontam os fenícios como sendo os precursores da indústria do vidro. Na realidade, os fenícios são os responsáveis pela sua comercialização com outros povos.

É certo que, através de suas relações com o Egito, os romanos aperfeiçoaram essa arte e se tornaram exímios nela, chegando a dominar os mais adiantados processos de lapidação, pintura, coloração, gravura e mesmo modelagem de vidro soprado.

Os romanos levaram esses processos para Península Ibérica e para a Gália, onde permaneceram por muito. Mas a invasão dos bárbaros pôs fim a essa atividade e o vidro foi esquecido no Ocidente.

Com a mudança da sede do Império Romano para o Oriente, Costantino Magno levou consigo artesãos hábeis nessa arte, impedindo assim que a indústria do vidro se acabasse.

A partir daí, o Oriente passou a Ter o monopólio desse comércio, principalmente por causa da proteção que Teodósio II dispensou aos fabricantes, isentando-os de impostos e dando-lhes outros benefícios sociais e comerciais. 

Vidro Temperado, o que é ? 

Vidro temperado é fabricado a partir do vidro comum, por isso possuem todas as suas características e uma transparência muito maior que a do vidro comum.

O processo térmico de têmpera do vidro melhora consideravelmente as propriedades do produto, conferindo ao vidro temperado uma resistência muito maior que a do vidro comum.

A finalidade da têmpera é estabelecer tensões elevadas de compressão nas zonas superficiais do vidro, e correspondentes altas tensões no centro do mesmo. 

Como é Temperado o Vidro? 

O vidro é cortado na forma e tamanho desejado. Em seguida o vidro é lapidado, depois os recortes e furos solicitados de acordo com o designer estabelecido.

Feitas estas operações no vidro, a peça é submetida ao Controle de Qualidade Inicial, sendo então levada ao processo de têmpera.

O vidro é colocado no forno, (rolos cerâmicos quando horizontal) e submetido a uma temperatura de aproximadamente 600ºC até atingir seu ponto ideal. 

Rua São Carmelo 21, Pirapora (Anil) - São Luís MA - Cep: 65048-410 - (98) 3223.4572 / 3275.6876